Doce Deleite



quinta-feira, 19 de junho de 2008

Homem e Mulher



"Não são as mulheres que possuem 4 bilhões de neurônios a menos, são os homens que precisam de 4 bilhões de neurônios a mais, para processarem as mesmas informações".

Homens gostam de se gabar que possuem 23 bilhões de neurônios enquanto a mulher possui "somente" 19 bilhões, 4 bilhões a menos. Consideram este fato, comprovado cientificamente, um sinal de superioridade. As mulheres respondem imediatamente, que não faz a menor diferença, no que elas estão absolutamente corretas.

Do ponto de vista da seleção natural, não há como a natureza selecionar mulheres "burras" e homens "inteligentes". Ambos os sexos tinham que ser igualmente espertos para fugirem dos predadores nos primórdios, na África.

Mulheres compensam esta diferença processando a informação de forma diferente. Homens pensam seqüencialmente, etapa por etapa, logicamente trilhando o caminho da racionalidade, comparando fatos com regras pré-estabelecidas. Suas conclusões dão do tipo "sim-não", "certo-errado".

Mulheres raciocinam em paralelo, avaliam dezenas de variáveis simultaneamente, suas conclusões são do tipo "melhor-pior" ou uma simples sensação visceral de certeza da conclusão. Por isto, dizem que as mulheres são "intuitivas". Elas processam informação mais rapidamente, são mais abrangentes, mais holísticas. Ou seja, mulheres são paralelas, homens são seriais.

Recentemente, um estudo descobriu que as mulheres possuem 13% mais sinpses do que homens, o que compensa a diferença e muda a forma de pensar. Homens têm mais neurônios, mulheres têm mais sinapses.

Talvez seja por isto, que as mulheres conseguem cuidar de 20 coisas ao mesmo tempo. São excelentes enfermeiras, mães de 5 filhos, administradoras de equipes, administradoras de escolas, hospitais e associações, onde ninguém fica quieto um minuto. Homens adoram gerenciar planos, números e orçamentos que precisam ser obedecidos. Por serem seriais e lógicos tendem a ser arrogantes e donos da verdade, mesmo estando errados. Mulheres, por serem paralelas, sempre sofrem a incerteza da dúvida, mesmo estando certas. São inseguras sem razão. Suas conclusões são corretas, mas não seguem a lógica masculina serial.

Homens tendem a ver tudo preto ou branco, esquerda ou direita. Mulheres tendem a ver o cinza, são muito menos dogmáticas e mais conciliatórias.
Homens arriscam um tudo ou nada com enorme facilidade, mulheres tendem a procurar a opção mais segura. Numa briga de casal, homens discutem causa e efeito. Mulheres discutem sentimentos e emoções, ambos de acordo como seus cérebros processam informações.

Um dos problemas desta teoria é que não sabemos exatamente como funciona o cérebro paralelo. A maioria dos estudos neurológicos tem sido feita em cérebros de soldados mortos em combate, não em cérebros de mulheres.
Na realidade, ambos os sexos são seriais e paralelos e o que estamos sugerindo, para uma reflexão mais aprimorada por cientistas, é que talvez os homens tendem a ser mais seriais, as mulheres tendem a ser mais paralelas. Estas características, às vezes, são descritas erroneamente como cérebro direito e cérebro esquerdo. O lado do cérebro não tem nada a ver com estas diferenças.

A verdadeira explicação não é o lado, mas sim se está sendo processado pela parte do cérebro que é paralela, ou a parte que é serial.

Se esta teoria for correta, e está longe de ser aceita, explicaria porque é tão difícil a comunicação entre os sexos. Homens ficam num canto falando de dinheiro, mulheres do outro falando de emoções. Para diminuir esta distância, mulheres teriam de tentar explicar suas conclusões de forma mais serial. Homens deveriam escutar mais os sentimentos (paralelos) das mulheres e falar com analogias e cenários e não com deduções lógicas

Na medida que o mundo se torna cada vez mais complexo, exigindo o processamento de centenas de variáveis ao mesmo tempo, aumentam as vantagens competitivas das mulheres sobre os homens. Já se falava que este milênio seria das mulheres, e hoje mais mulheres se formam em administração de empresas do que homens. Seu próximo chefe tem muita chance de ser uma mulher.

Portanto, não são as mulheres que possuem 4 bilhões de neurônios a menos, são os homens que precisam de 4 bilhões de neurônios a mais, para processarem as mesmas informações."

Lilian e Stephen Kanitz

Marcadores: ,



Escrito por

13:34.
Comente aqui... 3


quarta-feira, 18 de junho de 2008

Realidade virtual


"A vitória do Sport Clube do Recife foi muito mais do que sobre o violento time corinthiano. Foi uma vitória da verdade, da humildade, foi a vitória não só de um time, mas sim de um povo, vitória da cultura popular, terra da literatura de cordel, de Chico Sciense de saudosa memória, Nação Zumbi, Mundo Livre S/A, do forró, do maracatu".

Excelente artigo de Juarez Villela Filho* , publicado no dia 12/06/08, sobre a vitória do Sport Club do Recife em cima Corinthians.


Jamais negarei a força do Corinthians, não só como instituição mas principalmente por sua fanática e numerosa torcida. Não à toa é comum se ouvir que no Corinthians é a torcida que possui um time e não um time que possui uma torcida. Pudera pois nem CT e estádio possui o popular clube do Parque São Jorge, tendo na galera seu maior patrimônio.


Já vi jogo do alvinegro no Morumbi, já vi clássico paulista também, jogos aqui no Pinheirão, Couto Pereira e na Baixada e também confronto contra eles lá no Pacaembu. Não há o que se discutir sobre a vibração e paixão desta torcida. Mas a transmissão de ontem, querendo induzir o espectador a pensar que pouco mais de dois mil corinthianos estavam calando 30 e tantos mil torcedores do Leão foi forçada demais!

Microfones direcionados para a torcida do Timão, uma transmissão feita de estúdio como denunciava Falcão quando comentava que “ lá em Recife o jogo parece estar quente” e que se comprovou nos comentários pra lá de tendenciosos da dupla Cléber Machado e Arnaldo Cesar Coelho (faça o que eu digo, não faça o que eu fiz) no Jornal da Globo pós partida. Um clima de velório com a vitória mais que merecida do clube pernambucano, uma narração que explorou ao máximo o suposto pênalti não dado sobre Acosta no final da partida, mas que solenemente ignorou a claríssima penalidade sobre o avante do Sport que depois foi ainda chutado quando estava deitado.

Um show! Um show de horrores. Parecia que brasileiros, no caso corinthianos, enfrentavam as agruras, os desafios, o anti jogo, a sacanagem e catimba fora de casa de argentinos num clássico de Libertadores ao pisarem na Ilha do Retiro contra o valente Sport. Esperar o quê de uma emissora que já editou debate e tirou de Lula uma boa oportunidade em 1989 nas eleições presidenciais ou mesmo que ignorou um movimento que começou aqui em Curitiba, na Boca Maldita e se espalhou pelo Brasil todo, unindo rivais históricos no mesmo palanque e não pôde mais esconder a verdade quando mais de um milhão de pessoas estiveram no Vale do Anhangabaú na capital paulista pedindo as Diretas Já?

A vitória do Sport Clube do Recife foi muito mais do que sobre o violento time corinthiano. Foi uma vitória da verdade, da humildade, de um time que tem como zaga Igor e Durval, dois beques que nunca se firmaram no Furacão mas que sentem agora o doce sabor da vitória e merecem sim nosso aplauso, foi a vitória não só de um time, mas sim de um povo, vitória da cultura popular, terra da literatura de cordel, de Chico Sciense de saudosa memória, Nação Zumbi, Mundo Livre S/A, do forró, do maracatu, da arquitetura holandesa contra uma realidade virtual, fruto do mercantilismo dos detentores do poder no Brasil.

Ao Sport meus respeitos e parabéns pela brilhante conquista.


*Juarez Villela Filho, 30 anos, é funcionário público estadual e acompanha jogos do Atlético desde 1987. Conhece mais de 30 estádios em que já foi ver de perto o Furacão.

Marcadores:



Escrito por

23:40.
Comente aqui... 0


domingo, 15 de junho de 2008

Sport Club do Recife, uma paixão!






Em 11 de junho

Esta conquista precisa ser comemorada da forma mais tradicional da cultura
do Nordeste, pois é um desabafo do nosso povo:

Se preparem minha gente,
A história eu vou contar,
A batalha da Ilha,
Foi travada em outro lugar.

Futebol se joga no campo,
Mas tem gente pensando que não,
Insistindo em outros caminhos,
Querendo criar confusão.

A imprensa tendenciosa,
Tentou criar confusão,
Mas os times do Sul e Sudeste,
Se renderam ao LEÃO.
Futebol se joga no gramado,
Tem timinho e tem timão,
Hoje no Recife,
Nós temos um campeão.

O LEÃO da Ilha lutou,
Contra tudo e contra todos,
Derrotou Sul e Sudeste,
E deu alegria ao Nordeste.
O grito de Campeão,
Ecoa em toda cidade,
Crianças, Jovens, Adultos,
Emoção em todas as idades.

Agora é só comemorar,
A imprensa tem que agüentar,
O SPORT CLUB DO RECIFE,
Está em primeiro lugar.

Saudações de uma Rubro-Negra.

Marcadores: ,



Escrito por

22:20.
Comente aqui... 0

Deus nos tempos de hoje e na vida de cada dia


"Temos feito força para sermos sal da terra e luz do mundo"?

Que pensar dos dias de hoje?
Há pessoas que se afligem muitíssimo com os tempos de hoje; afligem-se com a violência e o ódio que rebentam no mundo inteiro. Basta abrir um jornal, ouvir um rádio, assistir a programas de televisão. É impressionante a massa de informações de guerras, de seqüestros, de assaltos, de roubos, de mortes.

Há pessoas que se afligem ouvindo palavrões que hoje são ditos com a maior naturalidade, presenciado modas e modos que provam como anda a moral; afligem-se ouvindo flagrantes de gastos loucos com fabricação de armas e com o desperdício da sociedade de consumo, tudo levando um pequeno grupo a tornar-se rico, e sempre mais rico, a custa de mais de dois terços da humanidade que mergulham em condição, que nem é humana, de miséria e de fome.

Não falta quem pense que são sinais claros da proximidade do fim do mundo, sobretudo levando em conta a audácia com que o homem anda invadindo áreas privativas de Deus, com as viagens espaciais e os céus se enchendo de satélites pesquisadores e espiões; anda invadindo áreas privativas de Deus, com descobertas como a desagregação do átomo e os avanços perigosos no campo da biologia, especialmente da genética.

Não falta então, pessoas sinceras que se afligem em viver em dias tão agitados, tão violentos, tão desumanos, e ficam, não raro, suspirando por não terem vivido, ou no tempo do romantismo, ou no tempo da renascença, ou, de modo especial, nos primeiros tempos do cristianismo.

Os que temos a felicidade de crer em Deus, Criador e Pai; os que sabemos que não existe acaso, mas a amorável providência divina, nem pudemos vacilar, tendo que preferir a verdade de todo coração, viver no tempo e no lugar que Deus escolheu para nós. Temos que abraçar o tempo e o lugar que Deus nos permite viver e trabalhar.

Vamos meditar juntos na parte que nos cabe, tentando ser com nossa comunidade de vida e de trabalho, sal da terra e luz do mundo. Em momento de pessimismo pudemos imaginar que o mundo foi abandonado por Deus e está perdido; pudemos imaginar que está tudo caindo de podre. Se há mesmo podridão temos que perguntar a nós mesmos se estamos cumprindo a nossa missão de sal.

Em momentos de pessimismo pudemos ter a impressão de que há trevas por todos os lados; de que a escuridão avança e uma noite grande e triste cai sobre a humanidade.
Antes de assombrar-nos, sem saber como dar um passo, com o risco de rolar no abismo, ou de dar um perigoso esbarrão, temos que perguntar a nós mesmos se estamos cumprindo a nossa missão de luz.

Quanto a saber se estamos ou não, nos últimos tempos, a ponto de descobrirmos o anti-cristo no meio de nós, prefiro pensar, como o Papa João XXIII, que ainda nos achamos no primeiro dia da criação. Não se trata do começo do fim, quando muito, estamos no fim do começo.

Por hoje ficamos perguntando a nós mesmos: "Temos feito força para sermos sal da terra e luz do mundo? Cremos no acaso ou na providência divina? Acreditamos que Deus criou o mundo para divertir-se à nossa custa, ou criou o mundo por amor"?

Mesmo levando em conta os nossos pecados, pudemos admitir que vai ser perdida a encarnação redentora do Filho de Deus, nosso irmão, Jesus Cristo? Será possível que haja força más e espíritos perversos mais poderosos que o Espírito de Deus, que nos acompanha e nos ilumina e nos dá forças?

Que Ele, o Espírito de Deus, nos acompanhe e nos guie em nossas meditações.


Dom Hélder Câmara.





Marcadores: ,



Escrito por

00:31.
Comente aqui... 0


Natural de Recife-Pe

"Cristão é meu nome e Católico é meu sobrenome. Um me designa, enquanto o outro me especifica.Um me distingue, o outro me designa. É por este sobrenome que nosso povo é distinguido dos que são chamados heréticos." (São Paciano de Barcelona, Carta a Sympronian, 375 D.C.)

"Hoje, o que os outros pensam de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros pensam de mim, mas do que Deus sabe a meu respeito".




Minha irmã...
ღஐºSaudade é o amor que fica!ღஐº

"O tempo não pára! A saudade é que faz as coisas pararem no tempo"...

"Duas pessoas que se amam não podem deixar de se encontrar e, pelo mesmo motivo, não podem ser separadas.
Uma  torna a outra 'eterna'
por amor."


Fotos de Valda







"O crucifixo é antes de tudo o sinal distintivo da única e verdadeira religião, a CATÓLICA, depois vem o resto".


"O católico que escolhe seus dogmas e seus mandamentos não é católico, é protestante." (Gustavo Corção)


"Os inimigos do Brasil querem que você se omita.
Mostre-lhes que eles estão enganados e que você está alerta.
O Brasil é, e continuará a ser Terra de Santa Cruz"!


"O PL 122 é uma aberração jurídica, viola a liberdade religiosa e cria uma categoria de indivíduos especiais. Esse Projeto é inconstitucional, ilegítimo e heterofóbico"!

“Olha, eu acho que tem que haver a descriminalização do aborto. Hoje, no Brasil, isso é um absurdo que não haja a descriminalização.” Em sabatina à Folha de S. Paulo - 4 de outubro de 2007. "Eu acho que, o aborto, do ponto de vista de um governo, é uma questão não é de foro íntimo, é uma questão de saúde pública".


Salve meu selinho e
cole em seu blog!



  • Amor de Deus
    Cantinho de Paz
    Cimo da Montanha
    Carmem
    Elsa
    Família de Nazaré FBV
    Guia de Blogs Católicos
    Lilian Cipriano
    Maria João
    Observatório da Perseguição
    O Intercessor
    Paulo Costa
    Nilceia
    Peregrino
    Reflexões
    União de Blogs Católicos
    Verbo Pai


    Almas
    AMA
    Anti-difamação
    Cleofas
    CIC
    Culinaria Terra
    Dom Hélder Câmara
    Encantos e Paixões
    Enciclopédia Católica
    Fábio de Melo
    Focolares
    Mais Blogs
    Olavo de Carvalho
    Mí­dia sem Máscara
    Priberam
    Taizé
    Vaticano
    Veritatis

    A Palavra Liberta: Conhecendo Maria,
    Bíblia Católica,
    Catecismo da Igreja Católica,
    Imitação de Cristo,
    Meditações,
    O Banquete do Cordeiro, a Missa segundo um convertido,
    O Grito,
    Redescobrindo Maria a partir dos Evangelhos,
    Saber Perder.



    Imagens:Patswebgraphics
    Layout:
    by Heidi


    Trento, 1944.
    Em um refúgio anti-aéreo abrimos ao acaso o Evangelho na página do Testamento de Jesus:
    “Pai, que todos sejam um, como eu e tu”.
    Aquelas palavras pareciam iluminar-se uma a uma. Aquele "todos" foi o nosso horizonte. Aquele Projeto de Unidade a razão da nossa vida.

    Chiara Lubich

    "Os homens gastam-se tanto em palavras que não conseguem entender o silêncio de Deus".
    Dom Hélder




    "A missão materna de Maria em favor dos homens de modo algum obscurece nem diminui a mediação única de Cristo; pelo contrário, até ostenta sua potência, pois todo o salutar influxo da bem-aventurada Virgem deriva dos superabundantes méritos de Cristo, estriba-se em sua mediação, dela depende inteiramente e dela aufere toda a sua força."
    "Com efeito, nenhuma criatura jamais pode ser equiparada ao Verbo encarnado e Redentor. Mas, da mesma forma que o sacerdócio de Cristo é participado de vários modos, seja pelos ministros, seja pelo povo fiel, e da mesma forma que a indivisa bondade de Deus é realmente difundida nas criaturas de modos diversos, assim também a única mediação do Redentor não exclui, antes suscita nas criaturas uma variegada cooperação que participa de uma única fonte."


    "Onde está Pedro, aí está a Igreja católica".
    (Santo Ambrósio)


    "Onde está a Igreja, aí está o Espírito de Deus"...
    "A Igreja é minha mãe... As censuras que lhe são feitas, não carecem, todas, de fundamento. Mas o volume dessas queixas não supera a grandeza do Mistério-Sacramento que é a Santa Igreja, o Corpo de Cristo prolongado". (Santo Agostinho)

    Em nenhum símbolo de Fé temos o atributo "Romana" designando a Igreja de Cristo, isso por que ser designado como Romana não é atributo da Igreja e sim uma referência a sua origem e sua Sé Primaz. Santa, Una, Católica e Apostólica são seus atributos, Romana é sua origem. A Igreja de Cristo nasceu no Império Romano, ganhou o mundo a partir de Roma, e em Roma foi estabelecida a Sé Primaz dessa Igreja, por isso, os cristãos do mundo inteiro devem estar em comunhão com a Sé Romana, onde repousa a Cátedra de Pedro, a Sé Apostólica.



    Conferência Nacional
    dos Bispos do Brasil










    Zilda Arns
    "Viveu como santa, morreu como mártirr".

    Fundadora da Pastoral da Criança, a médica dedicou a existência a minorar o sofrimento dos despossuídos e a evitar o desperdício da vida. Até o último minuto

    A ÚLTIMA PREGAÇÃO
    Escombros da Igreja Sacré Coeur de Tugeau, em cuja casa paroquial Zilda Arns proferiu uma palestra antes de morrer


    Crianças desaparecidas





    Quem bebe e dirige
    pode matar ou morrer




    Pesquise aqui:
    Google Custom Search




    miarroba.com